Home office, home based ou coworking: qual a melhor opção?

A internet e a tecnologia estão provocando mudanças nos ambientes e nos modos de trabalho. Novas formas de produção, como o home office, home based ou coworking surgem para romper as barreiras físicas e ampliar as possibilidades de empreender.

Essas opções visam modernizar e desburocratizar as relações do ofício. Além disso, permitem uma maior flexibilidade e liberdade na jornada, otimizando o tempo e aumentando a produtividade da equipe — condições básicas para o sucesso do negócio.

De acordo com a pesquisa Flexibilidade no mercado de trabalho, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 73% dos profissionais gostariam de ter mais tolerância no horário e 81% querem ter mais flexibilidade de local para trabalhar.

Pensando nisso, preparamos este post para que você possa conhecer mais sobre os modelos de trabalho e descobrir qual rotina combina com as suas necessidades. Boa leitura!

Home office

Apesar de a tradução literal do termo sugerir um escritório em casa, a definição é mais genérica e significa que o trabalho pode ser realizado em qualquer espaço alternativo fora da empresa. O modelo home office pode acontecer em hotéis, cafés, aeroportos, shoppings ou em casa.

Uma característica interessante é que a modalidade pode ser empregada parcialmente. Ou seja, o trabalho é realizado algumas vezes na semana no escritório da companhia. A vantagem é que o espaço pode ser dedicado às reuniões de negócios com os clientes.

Vantagens

O home office apresenta diversos benefícios, os quais podemos destacar:

  • maior liberdade profissional;
  • definição do próprio horário;
  • melhor planejamento dos rendimentos;
  • economia de tempo com transporte.

A implantação desse modelo permite que as empresas otimizem sua infraestrutura. Como nem todos os colaboradores precisam trabalhar juntos simultaneamente, eles podem compartilhar o mesmo espaço, móveis, computadores e telefones — gerando uma maior economia de insumos.

Além disso, a possibilidade de exercer as suas funções em casa pode motivar e elevar a produtividade. Assim, a pessoa tende a produzir com mais qualidade.

Indicação

O home office é indicado para aqueles que gostam do meio-termo e não querem mudar a rotina completamente. Os membros da equipe precisam ser responsáveis, pró-ativos e dispostos a experimentar uma nova forma de exercer suas funções. É importante, também, que todos tenham afinidade com a tecnologia, pois ela norteará os trabalhos.

Uma vez que todos estejam engajados e cientes das vantagens e responsabilidades envolvidas no trabalho remoto, é indicado que a empresa preste o suporte adequado para a implementação. Os colaboradores devem ter acesso aos recursos necessários para a execução das atividades em casa e uma boa rede de comunicação.

Home based

No modelo home based, a empresa não precisa ter uma sede física ou na mesma cidade que a equipe, pois todo o trabalho é feito em casa. Nesses casos, o negócio nem sempre tem horário fixo de funcionamento, pois pode variar de acordo com a demanda e o empenho do coordenador.

A infraestrutura pode ser particular ou disponibilizada pela organização. Todas as reuniões realizadas são virtuais — seja com os clientes ou entre os sócios. Em alguns casos, os colaboradores podem precisar ir até o escritório da companhia, mas isso raramente ocorre.

Vantagens

Uma das grandes vantagens do home based é a considerável economia no investimento inicial. Nesse caso, a taxa de franquia costuma ser menor e não há a necessidade de reformar ou alugar um local para ser a sede da empresa.

Outro ponto positivo é que o empreendedor tem um controle maior sobre o seu tempo no dia a dia. Como não há perda de tempo e estresse com o transporte, por exemplo, fica mais simples organizar as tarefas diárias — tanto pessoais como profissionais. Entretanto, é essencial ter disciplina para que o foco não seja perdido.

Confira outros benefícios do home based:

  • menor gasto com deslocamento;
  • redução de encargos trabalhistas;
  • simplicidade na gestão.

Indicação

O home based é uma boa opção para quem quer evitar o ambiente tradicional de trabalho e para quem busca mudanças na rotina. O modelo também é indicado para quem quer complementar a renda ou exercer uma atividade que se identifique no tempo livre.

Pessoas organizadas, com boa disciplina dentro de casa e que conseguem sistematizar bem seus horários, sem perder o foco e procrastinar, são indicadas para esse segmento. É importante não se incomodar em não ter outros colegas trabalhando juntos.

Coworking

Com uma proposta diferente, o coworking apresenta o conceito de escritório compartilhado por profissionais de diversas áreas e empresas, autônomos e freelancers. Todas as pessoas atuam de maneira independente uma das outras.

Além de uma infraestrutura essencial, com mobiliário, computadores e internet, os locais podem contar com impressoras, copiadoras e salas de reunião. Um detalhe importante é que o ambiente é totalmente social. Os usuários pagam pelos serviços por semana ou por mês, acrescidos de valores adicionais se usarem comodidades extras.

Vantagens

Trabalhar em um escritório compartilhado apresenta muitas vantagens. Entre os principais benefícios podemos citar:

  • impede o isolamento profissional;
  • gera um valioso networking;
  • evita distrações.

O espaço ainda permite que você trabalhe em um endereço comercial de prestígio. Como são projetados em locais de fácil acesso e com grande circulação de pessoas, o negócio ganha mais credibilidade e seus clientes podem encontrá-lo com mais tranquilidade.

A comunicação entre os usuários do coworking pode gerar mais do que relações pessoais. As ideias se complementam e ajudam na criação de serviços e produtos melhores, com ganhos para todas as partes.

Indicação

O coworking é um modelo de trabalho criado para associar modernidade com os novos formatos de negócio. Ele é uma excelente oportunidade para quem busca trabalhar sem as distrações e preocupações que o ambiente doméstico pode trazer.

Pequenas equipes também podem usufruir do espaço para desenvolver seus projetos e realizar reuniões presenciais. Dessa forma, a produtividade tende a aumentar.

Optar pelos modelos home office, home based ou coworking dependerá do seu perfil empreendedor. No caso do coworking, por exemplo, o mercado já conta com bons espaços — como os oferecidos pela Cymbiosis — que insere sua empresa em um contexto de geração de negócios, interação e contato estratégico. Isso garante mais confiança e oportunidades para o seu empreendimento.

Se você quer saber mais sobre os nossos serviços, entre em contato conosco!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer deixar um comentário?
Compartilhe sua opinião com a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *